Mais de 30 instituições devem aderir à Cátedra Araucária para o Desenvolvimento Territorial Sustentável do Eixo Capricórnio
18/05/2022 - 19:18

Será realizado de 30 de maio a 2 de junho o Seminário de Lançamento da Cátedra Araucária para o Desenvolvimento Territorial Sustentável do Eixo Capricórnio  (América do Sul, África, Austrália e Polinésia Francesa). O evento, que será online, deve contar com a participação de mais de trinta instituições de ciência, tecnologia e inovação (CT&I) que apresentarão suas iniciativas relacionadas ao tema. 

“Estamos mobilizando instituições de todas estas regiões para que tenhamos uma rede integrada para a identificação de projetos de pesquisa e a organização de uma governança transfronteiriça, para avançarmos em ações que contribuam para o desenvolvimento territorial sustentável”, afirmou o presidente da Fundação Araucária Ramiro Wahrhaftig.   

O principal objetivo da Cátedra Araucária é estimular e integrar as pesquisas científicas e a inovação técnica focadas no desenvolvimento territorial sustentável, tendo como referência geopolítica o Eixo Capricórnio em um contexto de mudanças climáticas e de transformação digital.

A Cátedra é uma iniciativa da Fundação Araucária e do Institute Mines Télécom d’Alés – IMT Mines Alès, na França. Adriana Brandt, uma das organizadoras do evento e membro do Novo Arranjo de Pesquisa e Inovação (NAPI) Trinacional, explica que trata-se de um dispositivo inovador de colaboração internacional.  

“Implica, portanto, no comprometimento dos parceiros com o desenvolvimento de uma rede intersetorial e multidisciplinar, que buscará desenvolver pesquisa e ensino voltados ao desenvolvimento territorial sustentável pautados nos 5 P’s (planeta, pessoas, prosperidade, paz e parcerias). Parte-se do princípio de que com a Agenda 2030 o mundo está em transição para um modelo de desenvolvimento sustentável”, ressaltou. 

A iniciativa é fundamentada na teoria dos commons, engenharia e gestão do conhecimento e educação digital. Passa pela construção conjunta de formações inovadoras, por avanços dos conhecimentos sobre resiliência territorial, interoperabilidade, mudanças climáticas, cidades das próximas gerações, paradiplomacia, infraestrutura e logística sustentáveis (entre outros temas), até mesmo a constituição de clusters – de empresas, por exemplo e, também, de pesquisas aplicadas. 

A partir da criação da Cátedra Araucária para o Desenvolvimento Territorial Sustentável do Eixo Capricórnio e o estabelecimento de sólidas relações acadêmicas, a proposta é que os resultados dos trabalhos resultem na publicação de um livro sobre a situação atual do desenvolvimento territorial sustentável das cidades, províncias ou regiões ao longo do Eixo Capricórnio. 

No dia 3 de junho, representantes das instituições participarão da cerimônia para a assinatura do documento de criação oficial da Cátedra, no Parque Nacional do Iguaçu em Foz do Iguaçu.
Inscrições – De 30 de maio a 1° de junho o seminário online acontece das 9h às 12h e no dia 2 de junho das 8h30 às 12h. Clique aqui para fazer sua inscrição. 


Para conferir a programação completa, Clique aqui