Conselho Superior aprova Plano de Trabalho da FA para 2022
25/11/2021 - 09:17

Na última reunião do ano, nesta terça-feira (23), os membros do Conselho Superior da Fundação Araucária (FA) aprovaram o Plano de Trabalho para 2022, que prevê a gestão de mais de R$ 100 milhões entre recursos próprios e de parceiros para novas ações e programas em andamento.

O diretor de Ciência, Tecnologia e Inovação da FA, Luiz Márcio Spinosa, apresentou a projeção de recursos para as linhas de ação da instituição destacando que será trabalho por grupo estratégico. “No grupo de ações estruturantes estão os programas e projetos históricos que dão condições para o funcionamento do Sistema de CT&I. No grupo de projetos especiais e de inovação realizaremos os projetos recomendados para o desenvolvimento do Estado. No terceiro grupo temos as ações dos Novos Arranjos de Pesquisa e Inovação (NAPIs)”, explicou.

O presidente do conselho e superintendente Geral da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (Seti) Aldo Bona, reforçou a importância da estratégia dos NAPIs adotada nesta gestão da FA. “Esta é uma importante iniciativa que começou em 2019 e que ganhou força em 2020 e 2021. A ação pode ser aperfeiçoada em uma perspectiva de editais para atender áreas que possam estar descobertas e para a formação de recursos humanos para os novos arranjos”, sugeriu.

Ao concordar, o presidente da FA Ramiro Wahrhaftig, propôs que seja formado um grupo de trabalho composto por membros de diferentes instituições a partir de uma resolução da Seti. “Sempre tivemos claro que a estratégia NAPI deve estar em constante evolução. No início alguns foram estimulados mas, agora, recebemos muitas solicitações para criação de arranjos nas mais diversas áreas e regiões”, ressaltou. 

Outro tema de destaque na reunião foi a necessidade de ações e projetos de incentivo aos jovens doutores do Paraná. Preocupação que já vem sendo tratada pela diretoria da Fundação Araucária e, segundo o presidente Ramiro, está sendo buscada a criação de um programa de acolhimento a estes jovens pesquisadores. 

Ainda durante o encontro realizado remotamente, tomou posse a nova conselheira e representante dos funcionários da FA Fernanda Scheidt, em substituição a Júlio Vínicius Nagem que faleceu em junho vítima de Covid. “Embora seja por um motivo triste, estou muito feliz e agradecida pela oportunidade”, disse.

Também foi aprovada a Ata da 30ª reunião do conselho que aconteceu em abril deste ano e apresentada a prestação de contas parcial de 2021. Até o mês de outubro, foram investidos R$ 47,120 milhões.Deste total, os recursos da Araucária somaram R$ 34,124 milhões e os recursos de parceiros como a Seti,totalizaram R$ 12,996 milhões. Até novembro foram lançadas 12 Chamadas Públicas, 15 Processos de Inexigibilidade e concedidas 4.380 bolsas de pesquisa.

Últimas Notícias