Fundação Araucária - CT&I Notícias

27/06/2019

Governador conhece novas tecnologias para impulsionar agronegócio

O governador Carlos Massa Ratinho Junior esteve no último dia 12 na Digital Agro 2019, em Carambeí, nos Campos Gerais. O evento apresentou e discutiu as principais novidades tecnológicas para o agronegócio, como a digitalização do campo, automação, robótica, internet das coisas e Big Data. O presidente da Fundação Araucária, Ramiro Wahrhafitg, também participou do evento.

“O Paraná é um Estado de excelência no agronegócio e tem obrigação pensar em tecnologia para o setor. O mundo da agricultura saiu da enxada e está indo para o computador”, afirmou o governador. “Estamos trabalhando para tornar o Paraná o mais inovador do Brasil. Há um ambiente propício ao desenvolvimento de soluções inovadoras em diversas áreas”, completou. “Queremos ser o Vale do Silício do agronegócio, que possa vender tecnologia para o mundo. A ideia é ser um governo inovador”, destacou.

O foco do evento neste ano, que está em sua terceira edição, foi a internet das coisas nas fazendas inteligentes (smart farms), sustentabilidade, plataformas digitais e os impactos da transformação digital no setor.

“Cada vez mais os agricultores utilizam a tecnologia. Para um Estado como o nosso em que o agronegócio é muito forte, isso significa redução de custos e maior produtividade, além da questão da sustentabilidade”, ressaltou Mario Dykstra, gerente de negócios da Frísia. “Mas ainda precisamos melhorar a conexão no campo”, alertou ele.

O prefeito de Carambeí, Osmar Blum, também destacou a importância do avanço tecnológico no setor. “É o caminho para o campo produzir mais, e com mais racionalidade”, disse ele.

TEMAS - A programação do fórum, organizado pela Frísia Cooperativa Agroindustrial com parceria técnica da Fundação ABC, foi dividida em três temáticas: Diretrizes para promover o ambiente regional de inovação; Demandas regionais de inovação para a agropecuária e Desafios e oportunidades para desenvolver e implantar inovações na agropecuária regional, com foco na melhoria do resultado final para os produtores agrícolas.

STARTUPS – Uma das atrações da Digital Agro 2019 foi a Startup Corner, espécie de “avenida” em que startups podem mostrar o que estão desenvolvendo para o agronegócio. “É a chance de o produtor conhecer projetos embrionários e ajudar no desenvolvimento”, explicou Mario Dykstra. “Estou pelo terceiro ano seguido vindo aqui, e o número de startups voltadas para o agronegócio só aumenta”, disse o governador.

POTENCIAL – A Unium (união das cooperativas Frísia, Castrolanda e Capal) produz cerca de 2 milhões de litros de leite por dia em Carambeí e tem capacidade para processar 3 milhões de litros em três plantas (duas no Paraná e uma em São Paulo). São mais de cinco mil famílias cooperadas e R$ 1 bilhão em investimentos nos últimos oito anos para que os Campos Gerais se tornassem uma das três maiores bacias leiteiras do Brasil.

Fonte: Agência Estadual de Notícias.
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.