Fundação Araucária - CT&I Notícias

02/04/2019

Extensão é janela de oportunidades para estudantes universitários

A Extensão Universitária representa uma janela de oportunidades para estudantes que buscam aprimorar habilidades e a formação profissional, melhorando o currículo, ao mesmo tempo em que acumula experiências importantes. A UEL tem hoje 237 projetos e programas de extensão que aglutinam 2.733 estudantes de graduação, 371 de pós-graduação. Outros 176 servidores técnicos administrativos estão envolvidos nos projetos, além de outros 305 voluntários, que atuam como colaboradores externos.

A pró-reitora de Extensão, professora Mara Solange Dellaroza, defende que o universitário não deve abrir mão daquilo que a Universidade oferece fora da sala de aula. A pró-reitora, lotada no Departamento de Enfermagem, do Centro de Ciências da Saúde (CCS), fez a graduação na UEL, sempre atuando como extensionista e afirma que a experiência contribuiu muito para solidificar sua formação acadêmica e como cidadã. Enquanto professora, ela continua ligada a projetos de extensão, que classifica como uma atividade intrínseca à função social da Universidade.

"O envolvimento e o atendimento à comunidade é nossa grande vocação. Precisamos direcionar nossas ações às reais necessidades das pessoas e do mundo", define Mara Solange. A perspectiva é promissora para os próximos anos, segundo ela. O Conselho Nacional de Educação considera a extensão como prioridade para as Instituições de Ensino Superior, que deverão valorizar projetos da área, colocando-a em igualdade com relação aos programas relacionados à pesquisa e ao ensino. A chamada Curricularização prevê que 10% da carga horária dos universitários seja preenchida com atividades de extensão. A determinação precisa ser cumprida até 2021.

Segundo a Pró-reitora, a UEL já tem um planejamento para envolver estudantes e professores de todas as áreas do conhecimento. Nos próximos meses deverão ser realizadas reuniões com todas as instâncias acadêmicas para detalhar a determinação e incrementar a atividade extensionista.

Ingressantes - Ainda de acordo com a professora Mara Solange, os mais de três mil ingressantes que queiram de imediato incrementar seus currículos, com vistas à formação sólida podem entrar no portal da Pró-reitoria de Extensão (Consulte aqui) para consultar a lista dos projetos, de acordo com a área de conhecimento.

Outra dica é buscar informações diretamente com os professores sobre as atividades extensionistas desenvolvidas no Departamento. "Todo o aluno tem direito a exercer a sua cidadania começando como colaborador. A partir daí o estudante pode chegar a bolsista de extensão, quando forem abertos editais", orienta ela, acrescentando que o aprendizado é rico porque prevê trabalho em equipe, com foco nas demandas da sociedade. "É uma lição que se leva para o resto da vida". 

 

 

Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.