Fundação Araucária - CT&I Notícias

01/02/2017

Entidades brasileiras e alemãs acertam, em Berlim, detalhes para formação do centro de cooperação UE-Brasil

A representação brasileira composta por Associação Nacional de Pesquisa e Desenvolvimento das Empresas Inovadoras (Anpei), Conselho Nacional das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (Confap), Serviço Nacional da Indústria (Senai) e Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) participou, nos últimos dias, da reunião de lançamento do projeto Cebrabic – Centro para Cooperação em Inovação e Negócios Europa-Brasil, realizado em Berlim, na Alemanha. 

Além das brasileiras, o consórcio, coordenado, pelo Fraunhofer IPK – referência em pesquisa aplicada na Europa – envolve sete outras instituições europeias: Regionalis Tudaskozpont Kft – RCISD (Hungria); Deutsches Zentrum Fuer Luft – Und Raumfahrt EV – DLR (Alemanha); European Business and Innovation Centre Network – EBN (Bélgica); International Association of Science Parks and Areas of Innovation – IASP (Espanha); Sociedade Portuguesa de Inovação – SPI (Portugal); Oesterreichische Forschungsfoerderungsgesellschaft MBH – FFG (Áustria) e Sabanci University – SU (Turquia).

Financiado pelo Horizon 2020, programa de fomento à pesquisa e inovação da Comissão Europeia, o objetivo do Cebrabic é identificar potencialidades para desenvolver a inovação na indústria brasileira, por meio da cooperação com empresas e organizações europeias. Para isso, o projeto visa a oferta sustentável de um conjunto diversificado de serviços, como a criação de redes e parcerias, consultoria empresarial, compartilhamento de recursos, atração de investimento, capacitação e sensibilização. 

O escopo final é a construção do “Centro para Cooperação em Inovação e Negócios Europa-Brasil”. 

Anpei apresenta Plataforma iTec, Comitês, Conferência e Guia de Apoio ao Fomento como ativos ao Cebrabic 

Durante o evento em Berlim, o diretor da Associação, Filipe Cassapo, e a secretária executiva Marcela Gentil Flores, apresentaram a Anpei para os participantes e destacaram as iniciativas que serão trabalhadas como ativos ao Cebrabic, facilitando a cooperação entre os ecossistemas de inovação do Brasil e da União Europeia. 

A Plataforma iTec, os Comitês Temáticos, a Conferência Anual e o Guia de Apoio ao Fomento são os programas da Anpei que serão envolvidos no Cebrabic. 

Senai destaca seus Institutos de Inovação 

O Senai, por sua vez, destacou em Berlim a importância de seus Institutos de Inovação como hubs regionais de prestação de serviço em pesquisa aplicada em cooperação com instituições europeias. A participação no consórcio proporcionará ao Senai a internacionalização de seus Institutos de Inovação, a redução da curva de aprendizado em tecnologias e o fortalecimento de sua rede de parceiros internacionais.

Unicamp avaliará os impactos do Cebrabic

Durante a reunião de lançamento do projeto, a Universidade Estadual de Campinas apontou que estará envolvida, principalmente, na avaliação dos impactos do Cebrabic e em seu monitoramento ao longo de toda a execução. Nesse sentido, a Unicamp irá projetar e desenvolver sistemas de avaliação e monitoramento especialmente para esses fins. 

Confap contribuirá com ações na fase de estudo do contexto brasileiro de P,D&I 

Representado por sua vice-presidente, Maria Zaira Turchi, e pela assessora para cooperação com a União Europeia, Elisa Natola, o Confap apresentou sua organização para os demais parceiros e suas 26 Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa associadas. O Conselho destacou também o detalhamento das ações que serão desenvolvidas nas fases de estudo do contexto brasileiro de P,D&I e de implementação para fortalecer a criação de redes colaborativas entre o Brasil e a Europa. 

Fonte: FAPEG e Anpei.
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.