Mais de R$ 1,5 milhão serão investidos em ações extensionistas das universidades estaduais
15/03/2021 - 10:13

A Superintendência de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (Seti) e a Fundação Araucária (FA) lançaram, na sexta-feira (12), a Chamada Pública do Programa Institucional Pró-Extensão das IES Estaduais. O Governo do Estado investirá R$ 1.505.000,00 no programa.

O objetivo é proporcionar suporte financeiro às propostas institucionais que visem suprir a necessidade de custeio, bolsas e equipamentos destinados à melhoria e modernização da infraestrutura para a realização de projetos e programas de extensão. 
Segundo o superintendente da Seti, Aldo Bona, a chamada pública foi organizada a partir da demanda apresentada pelos pró-reitores de extensão das universidades estaduais e está alinhada às diretrizes do Governo do Estado.

“Nosso governador sempre deixou muito clara a importância deste estreitamento das relações das universidades com a comunidade. Que esta presença seja cada vez mais perceptível por meio das ações desenvolvidas em benefício da população. Uma das principais formas é por meio da atividade extensionista”, enfatizou. 

Explicou ainda que trata-se de uma chamada exclusiva para as universidades estaduais por ser um recurso extraorçamentário à FA, repassado pela Seti em 2020.

O presidente da Fundação Araucária, Ramiro Wahrhaftig, ressaltou a qualificação e grande potencial humano das universidades públicas do Paraná. “O sistema público de ciência, tecnologia e ensino superior do Paraná tem, na sociedade do conhecimento, um valor de mercado inestimável. Nós precisamos fazer com que este valor seja cada vez mais percebido pela sociedade”, disse. 

Incentivo à extensão - Para a pró-reitora de Extensão e Cultura da Universidade Estadual do Norte do Paraná (UENP) e, até esta data, presidente do Fórum dos Pró-reitores de Extensão das Universidades Públicas do Paraná, Simone Castanho, o lançamento da chamada representa um marco histórico para a extensão universitária paranaense. “Este momento fortalece a política da extensão universitária em nosso Estado. Este recurso será executado com muita responsabilidade, impactando, por meio de diversas ações estratégicas, as regiões onde atuamos.”

O Programa Institucional Pró-extensão também tem o objetivo de atender aos projetos extensionistas nas áreas do conhecimento que apresentem aderência aos Novos Arranjos de Pesquisa e Inovação (NAPIs), fomentados pela Fundação Araucária, ao mesmo tempo que fortalece ecossistemas de inovação e áreas prioritárias identificadas pelo Conselho Paranaense de Ciência. São elas Agricultura & Agronegócio, Biotecnologia & Saúde, Energias Inteligentes, Cidades Inteligentes, Educação, Sociedade & Economia; bem como as áreas transversais: Transformação Digital e Desenvolvimento Sustentável.

“Estarmos alinhados às diretrizes dos NAPIs, facilita bastante a possibilidade de identificarmos outras fontes de fomento para a extensão. Quanto mais forte a extensão se colocar, mais fácil justificarmos a reorganização dos recursos para atender a outras demandas da extensão”, explicou o diretor de Ciência, Tecnologia e Inovação da FA, Luiz Márcio Spinosa. 

A presidente da Associação Paranaense das Instituições de Ensino Superior Público (APIESP), Fátima Padoan, falou da importância da destinação dos recursos que irá instrumentalizar as Pró-reitorias de Extensão das universidades. “É um alento para nós, em um momento tão difícil como este, vermos nossas pautas sendo levadas a diante. Esta ação demonstra o reconhecimento das Pró-reitorias e a valorização da extensão para todo o Estado”, comentou a presidente. 

Prazo - O prazo para a submissão das propostas é até o dia 5 de abril, com a divulgação dos resultados a partir do dia 8 de abril. O edital completo pode ser conferido na página da Fundação Araucária www.fappr.pr.gov.br em programas/programas abertos

Últimas Notícias