Finep apresenta programa Subvenção Econômica no Fórum Consecti-Confap
03/04/2009 - 14:10

A Finep (Financiadora de Estudos e Projetos), vinculada ao Ministério da Ciência e Tecnologia, apresentou seu programa Subvenção Econômica durante o Fórum Nacional Consecti (Conselho Nacional de Secretários Estaduais para Assuntos de Ciência, Tecnologia e Inovação) e Confap (Conselho Nacional das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa), realizado nestas quinta (02) e sexta-feira (03), em Curitiba.

Só neste ano, o programa deve beneficiar cerca de 300 projetos. “O objetivo do Subvenção Econômica é promover um significativo aumento das atividades de inovação e o incremento da competitividade das empresas e da economia do país”, explicou o chefe do departamento de subvenção da Finep, Cláudio Barbosa.

Lançado no Brasil em agosto de 2006, a concessão de subvenção econômica para a inovação nas empresas é um instrumento de política de governo largamente utilizado em países desenvolvidos, operado de acordo com as normas da Organização Mundial do Comércio.

A modalidade de apoio financeiro permite a aplicação de recursos não-reembolsáveis diretamente em empresas, para compartilhar com elas os custos e riscos inerentes a tais atividades. “Sabemos que é muito difícil para as empresas brasileiras bancarem projetos de Ciência e Tecnologia com o próprio caixa. Submeter um projeto ao Subvenção Econômica pode ser um instrumento adequado às pequenas empresas”, disse Cláudio.

No ano passado, o Subvenção Econômica contratou 245 projetos, no valor R$ 512 milhões. Para este ano, a previsão de investimentos é de R$ 450 milhões. Os projetos podem ser das seguintes áreas: tecnologias da informação e comunicação; biotecnologia; saúde; defesa nacional e segurança; e energia e desenvolvimento social.

O chefe do departamento de subvenção da Finep enumerou as vantagens do programa. “O Subvenção Econômica fomenta a promoção da Ciência e da Tecnologia dentro das pequenas empresas. As empresas começam a perceber que o investimento estratégico na área é viável, mudando a cultura do pequeno empresário”, afirmou.

O Fórum Nacional Consecti e Confap, contou com a participação dos 27 secretários da área da Ciência, Tecnologia e Inovação do Brasil, além de 23 presidentes das Fundações de Amparo à Pesquisa, no Hotel Deville Rayon, na capital paranaense.


Fonte: Assessoria de Imprensa

Últimas Notícias